FC Alverca SAD

COMUNICADO

O FC Alverca considera a decisão da FPF de terminar oficialmente a época nas competições
não profissionais, extemporânea e atentatória da verdade desportiva, além de susceptivel de
criar uma situação de insustentabilidade económica em alguns clubes que cumprem com todas as suas responsabilidades com o Estado e com o futebol português.

Para que se tenha uma ideia do rombo desportivo e financeiro que a decisão da FPF pode
provocar, damos a conhecer os números com que o FC Alverca se confronta, desde que
apostou numa estratégia de rigor e profissionalismo da sua estrutura.

Uma estrutura, aliás, que poderá a ser a primeira a sofrer com o impacto negativo que esta
decisão pode trazer. São, ao todo, 55 contratos profissionais.

O FC Alverca é um dos clubes que, atualmente, mais aposta em termos de formação. Não
somos nós que o dizemos. São os números. Quinze jogadores da nossa equipa de sub-19 já
dispõem de contratos profissionais.

Pela frente, sem competição e sem que nos seja atribuida a possibilidade, dentro do campo,
de lutar pelo nosso principal objetivo, teremos o pagamento de três meses de ordenados.

Com os ordenados vêm as responsabilidades com a Segurança Social, o que constitui uma
entrega ao Estado de dezenas de milhares de euros nos próximos três meses.

A juntar a tudo isto o efeito que a decisão pode ter no emprego gerado, direta e indiretamente
pelo clube. Estamos a falar de 85 colaboradores, com ligação direta ao clube e 350 com uma
ligaçao indireta ao FC Alverca.

Será que a FPF pensou no impacto económico que a sua decisão terá na manutenção de
muitos destes postos de trabalho?

E o que dizer da forma como o atual projeto desportivo do FC Alverca está a ajudar a reanimar
a economia local? Para ser ter uma ideia, o clube mantém arrendados cerca de duas dezenas de apartamentos na região, de forma a criar condições de conforto a alguns dos seus jogadores que chegam de outras zonas do país ou até de fora de Portugal.

Por tudo isto, é lamentável que membros da FPF não tenham pensado na forma como pretendem defender os clubes com maior número de pontos do Campeonato de Portugal – dos oito melhores classificados, quatro são da série D – e lhes dê uma hipótese de concretizar, em
campo, o grande objetivo da temporada e que justifica todo o investimento que tem sido
realizado pelo FC Alverca.

Leave a comment